• a1c1f1

Diagrama de Ishikawa: saiba mais sobre essa forma de gerir sua empresa


Todo empreendedor reconhece a importância de uma boa ferramenta de gestão para otimizar a resolução dos problemas e melhorar prosperidade dos negócios, e o diagrama de Ishikawa é uma delas.

O método foi desenvolvido pelo engenheiro de controle de qualidade Kaoru Ishikawa, em 1943, e se mostra extremamente útil ao controle administrativo até hoje. A partir da identificação de um problema, ele analisa todas as várias causas para chegar a possíveis resoluções.

Essa ferramenta de gestão é visual, também conhecida como diagrama espinha de peixe em razão de seu desenho: você traça uma reta horizontal e na ponta direita escreve qual é o problema observado em sua empresa ou departamento. Demora no atendimento, produto com defeito e baixa produção são hipóteses a serem escritas aqui.






Desse eixo central semelhante à espinha dorsal do peixe partem 6 traços na diagonal (3 para cima e 3 para baixo), os 6 Ms. Eles classificam em categorias as possíveis causas do efeito indesejado sob análise que são:


Mão-de-obra (manpower): Esse M avalia sua equipe, buscando resposta a indagações como: os colaboradores envolvidos no processo estão qualificados? Seu desempenho está dentro do esperado? Se não, por quê? O trabalho é feito com pressa? Há falta de comprometimento?


Máquinas (machines): As rotinas operacionais dependem delas. Então, avalie se o problema é originado por falta de manutenção nos equipamentos, maquinário obsoleto ou impróprio para a produção.


Materiais (materials): Um bom relacionamento com os fornecedores é essencial caso você encontre causas para o problema na baixa qualidade da matéria-prima utilizada. Ela também pode ser inadequada para a fabricação do seu produto ou ser usada em volume acima do necessário.


Método (method): Do planejamento à execução, o que há de errado com o seu método? Estou falando de fluxo de trabalho, técnicas adotadas, entrosamento entre as atividades dos diferentes setores e orçamento insuficiente para cada um deles.


Medida (measurement): Suas métricas para controle dos processos estão corretas? Apresentam resultados discrepantes? São verificadas dentro do prazo adequado? Seus instrumentos para aferir medidas (temperatura, peso e tamanho) estão calibrados?


Meio ambiente (Mother Nature): O ambiente corporativo é adequado para a atividade desempenhada? Excesso de barulho, calor, falta de iluminação e instalações pequenas podem ser empecilhos ao bom trabalho. Além disso, considere fatores externos à empresa, como poluição e clima instável. ​


O diagrama de Ishikawa se propõe a fazer o caminho de volta, do problema até a sua raiz, não só para encontrar a origem da dificuldade enfrentada, mas também para esclarecer em qual momento as coisas começaram a desandar.



Esperamos que você tenha gostado das nossas dicas!

Atenciosamente,

Equipe do Box Financeiro







Temos 02 convites especiais para você:


1- Conheça as nossas redes sociais e fique por dentro de novidades:


2- Participe do nosso Canal Exclusivo no Telegram:


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo